terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Exercícios de Múltipla Escolha

Questão 1:
É importante notar que os senhores feudais não tinham a propriedade absoluta de suas terras. A maior parte delas eram doações feitas pelo rei ou por nobres mais poderosos, que, em troca, recebiam auxílios em épocas de conquistas. Havia também doações feitas com o objetivo de estabelecer laços de fidelidade e aumentar o poder. As doações poderiam ser retiradas, caso o recebedor desses benefícios não cumprisse o juramento e as obrigações para com o doador. Por isso, vínculos e relações, bastante personalizados, também se estabeleciam entre os membros da nobreza. (Cáceres, p. 123)
As relações de fidelidade referidas no texto organizaram-se:
A
-
da prática do comitatus, herdada dos germanos;
B
-
do beneficium cultivado nos mosteiros e conventos;
C
-
do colonato, herdado das relações de trabalho entre gregos.
D
-
das banalidades, praticadas pela Igreja na cobrança do dízimo;
E
-
da corvéia, benefício concedido ao vassalo que participava da defesa do feudo.


Questão 2:
Os homens, com o trabalho, transformam a natureza, da qual extraem bens necessários à sobrevivência. Ao mesmo tempo estabelecem relações entre si, originando vínculos econômicos, sociais, políticos e ideológicos. Na Idade Média, o processo de produção predominante " o feudal " teve relações sociais e uma ordem política e cultural específicas.
A análise do texto, aliada aos conhecimentos sobre o sistema feudal, permite afirmar:
A
-
A sociedade se dividia em três classes distintas, que apresentavam grande mobilidade social.
B
-
A formação do feudalismo teve suas origens no sistema escravista de produção herdado dos invasores bárbaros.
C
-
O modo de produção baseava-se na posse da terra, na economia agrária, no sistema de servidão e no pagamento de diversos tributos pelos camponeses.
D
-
O sistema político era centralizado na figura do Rei, representante dos poderes político, administrativo, militar e judicial, independente do poder da Igreja.
E
-
O desenvolvimento do sistema feudal se deveu à ação da Igreja Católica, instituição rica e poderosa, que manteve a integridade dos reinos após as invasões na Europa Ocidental.


Questão 3:
Há mil anos atrás, em partes da Europa, vigorava o sistema feudal, cujas principais características foram:
A
-
sociedade hierarquizada, com predomínio de uma economia agrária, que favoreceu intensa troca comercial nos burgos e cidades italianas;
B
-
fraca concentração urbana, com predomínio da economia agrária sob a organização do Estado monárquico, apoiado pelo clero e pela burguesia;
C
-
poder do Estado enfraquecido, ritmo de trocas comerciais pouco intenso, uso limitado da economia monetária, predominando uma sociedade agrária;
D
-
ampliação do poder do Estado, uma sociedade organizada em três camadas - clérigos, guerreiros e trabalhadores - e predomínio da economia rural;
E
-
intensificação da produção agrícola pelo uso da mão- de-obra de servos e escravos, poder descentralizado e submissão dos burgos ao domínio da Igreja.


Questão 4:
Réveillon de 999. Muitos europeus aguardavam o apocalipse. (...) O réveillon passou. O apocalipse não veio, mas a população só se acalmou em 1033, mil anos após a morte de Jesus Cristo. Esse "terror milenar" era uma expressão do caos político que se seguiu à desagregação do Sacro Império de Carlos Magno. (...). Forte religiosidade, decadência da autoridade central, invasões, declínio do comércio e da vida urbana. O feudalismo que surgia dessa crise não era um sistema elaborado por alguma teoria, mas uma resposta improvisada à falta de uma autoridade central eficiente. As práticas daí surgidas não eram uniformes, diferiam de localidade para localidade e, em certas regiões, não chegaram a criar raízes firmes.
Tomando como referência o texto aliado aos conhecimentos sobre o feudalismo, pode-se afirmar:
A
-
A desagregação do Império Romano, ao criar um clima de instabilidade espiritual, contribuiu para o reforço da religiosidade e do poder da Igreja Católica, única instituição de caráter universalista na Época Medieval.
B
-
O poder da Igreja Católica só se consolidou no século XI, devido às perseguições empreendidas pelos reinos bárbaros germânicos aos cristãos, o que contribuiu para a homogeneidade de doutrina e de dogmas entre os cristãos medievais.
C
-
O aparecimento do Reino Franco de Carlos Magno atrasou a consolidação do feudalismo, na medida em que prolongou a atividade comercial e urbana, com a submissão dos grandes proprietários rurais à autoridade real.
D
-
O feudalismo, concebido pela Igreja Católica, implantou-se de forma homogênea, estabelecendo as mesmas obrigações feudo-vassálicas e uma sociedade hierarquizada e dividida em castas, por toda a Europa Medieval.
E
-
O Período Medieval desconheceu a utilização da moeda no comércio, que se baseou no sistema de trocas e se restringiu às áreas internas dos feudos, fruto da condenação, pela Igreja, de qualquer atividade econômica que produzisse lucro.


Questão 5:
O estudo da sociedade feudal permite afirmar que:I. os vilões eram em número inferior ao dos servos e deviam ao senhor obrigações menos pesadas que as destes;II. a escravidão quase desapareceu, pois a Igreja opunha-se a essa instituição. Os poucos escravos existentes destinavam-se a serviços domésticos;III. os servos estavam fixados à terra, ligados ao senhor, e suportavam dura tributação em espécie, como a talha, e eventualmente os trabalhos da corvéia.Está correta ou estão corretas:
A
-
apenas I e III;
B
-
apenas II e III;
C
-
I, II e III;
D
-
apenas III;
E
-
apenas I.


Questão 6:
O feudalismo era um sistema fundamentalmente agrário. Portanto, a posse da terra era essencial. O dono da terra, o senhor feudal, exercia poder total em sua propriedade. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
A
-
O senhor concedia privilégios, fazia as leis, declarava a guerra, assinava a paz, só não administrava a justiça.
B
-
Nas áreas de pastagens, os servos podiam levar seus animais para pastarem e colher frutos silvestres nos bosques.
C
-
Nos bosques, os servos retiravam madeira para queimar ou fazer suas construções, pois essas terras pertenciam a todos.
D
-
O manso senhorial pertencia exclusivamente ao senhor feudal e tudo o que aí se produzia pertencia a ele.
E
-
O manso servil pertencia exclusivamente aos servos, que plantavam e colhiam sem interferência do senhor feudal.
7) O sistema feudal estruturado na Europa, após a queda do Império Romano (séc. V), tem como característica:
( ) Do ponto de vista político, o fortalecimento do poder
real.
( ) Do ponto de vista econômico, predominância de uma
economia natural (baseada na troca) de resistência e
dominial.
( ) Do ponto de vista social, a estruturação da sociedade
em classes sociais.
( ) Do ponto de vista jurídico, pelo uso do Direito
Costumeiro (consuetudinário), o costume de um grupo
social habitando o mesmo território tornou-se lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário