terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Exercícios respondidos Peste Negra

1.

Nomes da doença:

Peste Bubônica, Peste Negra.
Agente causador:

Pasteurella pestis (bactéria).
Agente transmissor:

Pulga de rato.
Forma de contágio:

Picada de pulga de rato infectada e contato direto com o doente (utensílios e ar contaminado).
Principais sintomas:

Febres delirantes e bubões (inchaço dos gânglios linfáticos nas axilas e virilhas).
Medicamentos:

Antibióticos.
Precauções:

Cuidados de higiene.

2.


Principais surtos da doença.
Anos:
541
1347
1894
Idade:
Média
Média
Contemporânea
Descoberta do agente causador:
Autor: Dr. Alexandre Yersin

Ano: 1894
Descoberta do agente transmissor:
Autor: Dr. Paul-Louis Simond

Ano: 1911

Texto B

3. No século XIV, as pessoas desconheciam as formas de contágio e a cura da peste bubônica. Na época, as hipóteses existentes para o contágio (respiração, visão etc) aumentavam o pânico da populaçao européia que, aterrorizada, fugia e abandonava os doentes.

4. Resposta modelo e respostas dos alunos:

Sim, várias passagens do texto demonstram que ele foi escrito na época da peste bubônica. O fato do autor desconhecer as formas de contágio (“... a enfermidade parecia atacar através da respiração e da visão.”), os costumes descritos (“Nem o sino tocava.”) ou a frase final em que afirma ter enterrado seus próprios filhos (“E eu, Agnolo de Tura, chamado o Gordo, enterrei meus cinco filhos com minhas próprias mãos.”).

“Sim, o autor fala que enterrou seus cinco filhos e, se todos pegaram a doença, é porque estavam em meio a um surto. Ele diz também que, na época da peste, os familiares eram enterrados sem cerimônias e sacerdotes, do mesmo jeito que ele enterrou seus filhos: “... com as próprias mãos”.

“Sim, pois é um texto muito bem detalhado e narrado [parcialmente] em 1ª pessoa, e essa “primeira pessoa” mostra que vivenciou isso pois diz que enterrou seus cinco filhos com suas próprias mãos.”

5. No século XIV, após o grande surto de fome provocado pelas péssimas colheitas (desequilíbrios geoclimáticos) e pelo aumento dos preços dos cereais, a população européia estava mais fragilizada frente às doenças e infecções. Portanto, o ditado afirma que após a fome – da população – a peste come – infecta e mata as pessoas.


Texto C

6. “...tudo aquilo provinha da constelação ou da vingança divina...”

7. Resposta modelo e respostas dos alunos:
Sim. As afirmações do autor para a ocorrência da peste bubônica estão de acordo com a mentalidade medieval que era profundamente marcada pela religiosidade - diretamente pela vontade divina ou pelos eclipses e constelações que, indiretamente, se referem ao céu.

“Sim, pois eram uma mentalidade religiosa (sem conhecimentos científicos) que acreditava qe tudo o que acontecia era vontade de Deus, vingança ou graça divina.”

“Sim, porque a mentalidade medieval predominante era cristã (influenciada pelo clero) e tudo o que acontecia era Deus. Até mesmo se fosse a constelação, foi Deus que quis assim. ”

“Sim, porque nesta época qualquer acotecimento repentino ou inexplicável atribuía-se a Deus ou ao universo.”

“Sim, pois durante toda a Idade Média a sociedade acreditou que tudo era obra e pertencia a Deus, tudo era benção ou castigo de Deus. E tudo vinha, estava ligado aos céus.


8. Respostas dos alunos:

“Sim, o senhor barbudo no fundo da imagem está segurando uma planta na mão e parece estar agitando, isso poderia ser usado para tentar limpar o ar.”

“Sim, é possível perceber isso pois o homem que não está doente (em pé) está passando alguma coisa no ar ao redor dos enfermos.”

“Sim, pois a pessoa ao lado dos doentes está com ervas na mão e parece estar purificando o ar.”

“Sim. O homem na parte de trás balança ervas no quarto dos enfermos para purificar o ar.”

“Sim. Duas pessoas cheias de bubões na cama e outra, no fundo, tentando purificar o ar com ervas”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário